food, art & spirits

food, art & spirits

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

pretinho básico




Muita atitude as vezes atrapalha...e isto é um mea culpamea culpa, mea maxima culpa. Quando mudei-me para meu apartamento novo, resolvi não permanecer mais no borralho - toda vez que eu dava jantares em casa, eu ficava metade do jantar na cozinha, metade na sala preocupado com o que acontecia na cozinha. Então, na reforma, decidimos primeiro abrir completamente este ambiente para a sala, para que esta fizesse parte da "ação", por assim dizer. Quebramos tudo,  nem uma paredinha sequer dividindo as áreas, limitada apenas por uma viga no teto e uma diferença de piso. E, para não entrar em conflito com o restante da sala, decidimos que ela seria preta e cinza e cheia de coisas, como o resto da casa. (pausa - por mim ela seria INTEIRAMENTE preta, mas fui convencido ao contrário pela cara metade). Aí foi um tal de procurar os aparelhos mais adequados ao projeto, iluminação que fosse prática mas ao mesmo tempo dramática, toda uma longa série de pequenos detalhes que fariam a diferença. Quando ficou pronto, eu mesmo falei WOW! Ficou muito bom, apesar de ainda estar faltando a coifa, mas os livros que mais uso, as coqueteleiras que adoro, o vidro de farmácia em cristal e os bules ingleses de louça, mais algumas obras de arte e objetos deixaram minha cozinha como uma extensão da sala.




Tudo ia muito bem até o dia seguinte. Uma cozinha de uma casa de pessoas que 1)gostam de comer e 2)gostam de cozinhar, por mais que esteja arrumada, sempre tem uma baguncinha (estou sendo sutil). Esqueça aqueles cenários de programas culinários, onde as panelas aparecem e desaparecem como que levadas por gnomos prestativos. Qualquer jantar para 6 pessoas implica em 12 ou 18 pratos, 12 ou 18 taças, uma montanha de talheres, xícaras, um arsenal de matar qualquer um que, como eu, está elevando o transtorno obsessivo-compulsivo a novos patamares de exigência. Fora a pretensão deste que vos escreve de estar agora enveredando em caminhos nunca dantes navegados, tais como massas, bolos, ou seja - farinha. Este produto tem uma capacidade de se multiplicar num ambiente negro que nenhum físico conseguirá explicar. O simples fato de abrir um pacote novo de farinha causa uma performance moderna - farinha para todo lado. (antes que me chamem de apatetado, não, não estou exagerando e não tenho duas mãos esquerdas...). Agora, fazer gnocchi, nunca mais. Sobrou uma poeira branca nos armários, nas juntas da cerâmica preta, no belíssimo móbile de vidro, no vidro de farmácia, nos puxadores dos armários, na persiana - catástrofe! - no Leopoldo, e só não entrou na geladeira pois a maldita apita quando fica aberta. Parecia mais  o laboratório de um traficante colombiano. Claro que minha fiel escudeira já me proibiu pediu que diminuísse um pouco este ritmo frenético, apelou até para uma intolerância a glúten que eu nunca soube que ela - ou eu - tínhamos.
Sim, black is beautiful na voz da Elis, nos desfiles de moda, no cartão de crédito, mas na cozinha é f**a.

26 comentários:

  1. Eu preferiria cores claras, mas a sua cozinha ficou bonita, moderna. Se encontrar uns gnomos diligentes, avise...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karen, se eu encontra-los, acorrento-os...rsrs

      Excluir
  2. Rapaz... se essa é sua cozinha, eu não teria coragem nem de cozinhar nela... sou mais tipo fogão de lenha, mesa de madeira, muitas panelas, fornos e facas a vista...
    Essa sua cozinha é linda... e parece de revista.
    ADoro massas...rssr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dear Margot, fogão a lenha num apto. com a cozinha aberta para a sala ia ser pior ainda...e eu tb adoro massas. Minha cintura que o diga. Bjs!

      Excluir
  3. Tá linda a sua nova cozinha! Já sei que na minha próxima cozinha (quando voltar ao Brasil) não vai ter nadinha preto! A farinha faz parte da minha vida, não conseguiria abandoná-la!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata, e quem disse que eu abandonei? Só comprei um aspirador mais poderoso...
      Bjs!

      Excluir
  4. OI TUDO BEM !!
    OI ADOREI SEU BLOG JÁ ESTOU SEGUINDO PODERIA POR GENTILEZA SEGUIR O MEU TAMBÉM , E CLICAR NO G+ . MEU BLOG É :- http://brechodosul.blogspot.com.br , VAI DAR UMA OLHADINHA SERÁ UM PRAZER EM RECEBER

    OBRIGADA AGUARDO SUA GENTILEZA

    MARCIA REGINA - DESCULPE-ME A LETRA GRANDE MAS SOU DEFICIENTE ESPECIAL

    ResponderExcluir
  5. Linda! Linda! eu com uma destas proibiria qualquer um de entrar nela para cozinhar ... eu e minha mania de limpeza e organização ... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é por isso que só eu cozinho, Paulo. Mas tem alguém em casa que insiste em comer biscoitos...

      Excluir
  6. Acho que a gente tem que fazer uns empanados nessa cozinha: passa na farinha e depois ainda frita! Maragold!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já imagino - muita sardinha frita (que adoro!), bolinho, gordura para todo lado...NOT!!!rsrsrs

      Excluir
  7. Wair, sua cozinha é absolutamente linda! mas esse lado B do preto é realmente um problema. especialmente porque você USA a cozinha, nao é so pra ingles ver. farinha é realmente uma desgraça, até na minha que é branca/cinza claro. Alias, nossas cozinhas sao o perfeito Yin/Yang! :-) abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém poderia inventar uma farinha magnética, que se prendesse aos pratos, travessas e tigelas...bjs!!

      Excluir
  8. Wair:

    Sua cozinha é linda mesmo, mas eu particularmente colocaria uma porta separando a cozinha da sala, não gosto de extar exposto enquanto cozinho...coisa minha....rs

    Abraços e lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está me chamando de exibicionista culinário?rsrs

      Excluir
    2. Não....kkkkkkkkkkkkkkkkk vc tem vontade de interagir com os convidados enquanto está na kitchen...maginaa...hahaha

      Abraços, querido.

      Excluir
  9. MORRI na sua cozinha... Palmirinha de Macho iria adorar se aventuar nesse palácio... hehehehehe! Inveja branca aqui... hahahaha! Hugzão, Wair!

    ResponderExcluir
  10. Ah, Wair... te acostuma... quando gosto de algo eu não meço as palavras e elogio mesmo... hehehe! E sim, acho que lembro das tais bolinhas de chocolate... mas a idad... ops, memória falha quando tento pensar na marca que tinham... hehehehehe! Hugzão, guri!

    ResponderExcluir
  11. Rapaz, linda, linda a cozinha! Mas não me aventurei ainda a ter uma cozinha aberta. Mais do que a bagunça em si (que usa a cozinha acaba deixando-a bagunçada enquanto trabalha…) me incomoda mesmo é o cheiro… tenho uma certa neura com cheiro de comida em outros cômodos. E não encontrei ainda coifa poderosa o suficiente. Uma coisa é certa: quando eu voltar ao Brasil lhe contrato para projetar a minha!
    abs
    Rogério

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rogerio, tb tenho problead com o cheiro, por isso ainda não comprei a coifa ideal. Por enquanto, menos frituras e crustáceos, mas...
      E faço o projeto com o maior prazer. Abs!

      Excluir
  12. que cozinha show! meu sonho é ser convidado um dia para um dia de seus jantares! rs

    quando a tudo que foi descrito, isso faz parte da diversão, não? é como uma viagem, em que a gente já começa a se divertir enquanto está preparando o roteiro!

    ResponderExcluir
  13. Vams combiar, rapaz. E sim, tudo faz parte da história...
    Abs

    ResponderExcluir
  14. Oi. Wair, saudades!
    A cozinha ficou linda, c' est tout!
    Bjk
    Mia


    ResponderExcluir
  15. Si te gustan los blogs gastronómicos, te invitamos a pasarte por nuestra cocina!
    http://juegodesabores.blogspot.com.es/

    ResponderExcluir