food, art & spirits

food, art & spirits

quinta-feira, 12 de julho de 2012

fausto no nordeste

Em um filme magnífico que não me lembro o nome, baseado no mito faustiano, o demônio no final fala - a respeito de Fausto - "a vaidade é o melhor de meus defeitos", justificando que, em nome dela (a vaidade), os homens cometem os maiores desvarios.


Eu mudaria a frase para "a gula é um dos meus melhores defeitos". Fui vítima dela hoje. O mito de Fausto se baseia na tentação sofrida pelo personagem principal em buscar conhecimento e sucesso - prazeres pessoais, em suma - e cede às propostas de Mefistófeles, que cumpre o desejado em troca da alma de Fausto.
Pois hoje conheci um garçom mefistofélico, que me tirou de minha probidade gastronômica. Decidi que ia fazer um pequeno regime, pois estou poucos quilos acima do meu peso pretendido. Ontem comi uma salada com grelhado no jantar, hoje frutas com coalhada no café da manhã, um peixe grelhado com legumes no almoço...estava indo tudo muito bem. Até que eu decidi fazer um lanche no lugar do jantar, coisa comum aqui em Pernambuco. E me dirigi a um restaurante que tem uma variedade de opções bastante satisfatória -mas quis a mão Mefistofélica do Destino que neste lugar estivesse ocorrendo uma festa de aniversário absolutamente ensurdecedora, sob o complacente consentimento dos donos da casa. Não consegui ficar dois minutos, saí irritado e zonzo pela barulheira. Caminhei uma quadra para pegar meu carro e deparo-me com um restaurante que não conhecia...mais coincidências que deveriam me dar as dicas de minha sorte nesta noite. Mas não, não percebi os sutis sinais de minha sina, e decidi conhecer o restaurante que tinha o simpático nome de Caldinho do Camarão. Pensei...vou tomar um caldinho de camarão, uma água, e vou embora. Sentei-me pronto para meu pedido quando o garçom chega com o cardápio, que recusei. Disse "por favor, um caldinho de camarão e uma água gelada." O doublé de garçom com o Impronunciável me responde "claro, mais alguma coisa?  posso dar uma sugestão - recebemos hoje patolas de caranguejo, estão fresquíssimas, se o senhor gostar garanto não se arrependerá..."
E eu não percebendo os insidiosos sinais daquela tentação. Respondi - não, obrigado.Estou tentando fazer um regime...Esta fala deve ter atiçado o sangue demoníaco daquele profissional. Trouxe-me um copinho de caldo de camarão, uma água gelada e um pratinho com duas patolinhas a milanesa, dizendo "tomei a liberdade de trazer as patolas, para o senhor provar - claro, sem compromisso nenhum. Se não gostar, por favor, fique a vontade." Disse-me tudo isto com um sorriso sibilante, mais uma prova inconteste que releguei, ingênuo, desarmado. Tomei o caldinho, correto - provei a água, era água. Olhei para as patolinhas, peguei uma , pinguei umas gotas de limão, levei à boca e...maravilha. Sequinhas, bem temperadas, suculentas, pecaminosas. O olhar belzebuniano do garçom já dizia tudo - "esta alma eu já conquistei, hahahaha!". Chegou com a cara de falso inocente e me perguntou - "gostou? posso trazer uma porção para o senhor? recomendo a caipirinha de nosso barman, é tradicional, ótima companheira para estes caranguejos."
Imediatamente, transmutei-me em um Fausto contemporâneo em pleno nordeste brasileiro. Já sentia em minha boca o gosto da amostra, estava absolutamente caído em tentação por aquela iguaria. E já imaginava o sabor da caipirinha casando perfeitamente com o prato.Cedi, feito o infeliz personagem cedeu na história, e vi-me repentinamente entrando nos círculos do Purgatório, ao receber um prato com 40 - sim, QUARENTA - patinhas de caranguejo impecavelmente fritas, algumas rodelas de limão e um copo imenso de caipirinha com muito gelo...
Sim, fartei-me no pecado da gula. Comi quase que dois terços daquele prato, sorvi a caipirinha como o personagem de Goethe e de tantos outros escritores sorveu os prazeres cedidos por Mefisto, entreguei-me à devassidão das delícias do gosto, e não mais fiz pois - antes de pedir a segunda caipirinha, caí em minha verdadeira realidade, procurando por um corpo que o Anjo Caído não quer que eu tenha. Saí correndo daquele lugar, quase gritando "Vade Retro!" sob o olhar vitorioso do garçom dos umbrais infernais. Amanhã dedico meu corpo e abdômem à castidade gastronômica - água, poucas frutas, mais água. E vou apagar do meu Google Maps Pessoal aquele endereço. Pois sei que meu corpo está ficando forte, porém porque minha vontade é fraca...

ps - recuso-me a ceder novamente à tentação e publicar na íntegra a receita deste prato. Mas, caso você tenha curiosidade, pode checar a receita AQUI

15 comentários:

  1. Querido, fui lendo ... lendo ... lendo e a gula me aguçando aqui ... OMG! ainda bem q quiz Deus q o Bratz tivesse este "corpitchu" de fazer inveja, o q lhe confere o privilégio de pecar sem remorsos ... rs

    Agora! uma pergunta q não quer calar ... este Filhote de Belzebu é digno de outros pecados? kkkkkkkkkkkk

    bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. that´s why I hate u, Paulo. Escreve bem, bons argumentos e ainda é magro...Quanto à sua pergunta - sem chances. Bjs!

      Excluir
  2. Na próxima, pense duas vezes ... hahaha !!! Eu também não sou lá de resistir muito não ... Abraço !

    ResponderExcluir
  3. Caro Wair,

    Todos as nobres almas que habitam o céu de Dante, já passaram pelo inferno e purgatório! Voce anda "carecido" de uma Beatriz Nordestina pra te guiar nessas andanças!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz, sempre achei Beatriz uma espiã infiltrada...se ela aparecer por aqui, vai me levar a orgias gastronômicas, tenho certeza!bjs

      Excluir
  4. a gente fica até triste depois de uma dessas...

    ResponderExcluir
  5. Wair:

    Oieeee passando pra avisar de uma novidade que acredito vai agradar muitoooo.

    bazarmasculino.blogspot.com - um blog novinho em folha.

    Tô esperando sua visita e participação como seguidor, ok?

    Abraços querido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja estou seguindo seu blog, rapaz. Forte abraço!

      Excluir
  6. Wair:

    Quase lambi o monitor..juroooo...hahahahah.

    ResponderExcluir
  7. Wair... candidato-me a vaga de Beatriz.... vou feliz e contente à busca dessas delícias...e ainda como sua parte(coopero com sua dieta -rsrrs). Como o Bratz DEus me deu um metabolismo mefistofélico....nunca engordo..kkk

    Ps: Lembrei-me de você por esses dias. Comprei um livro chamado "Arroz de Palma"..... uma estória emocionante. Creio que você iria gostar...se já não conhece. Estou adorando.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Margot, náo conheço o livro não...fiquei curioso. Beijos, e obrigado!

    ResponderExcluir
  9. Lambendo o monitor (2)
    Hahahaha!
    Bom... eu sou guloso... e melhor: em todos os sentidos, claro... hehehe!
    As 7 Caras do Dr. Lao é um dos meus preferidos, querido... por isso lembrei. Gremlins tb mata a pau! Hugz e boa semana!

    ResponderExcluir
  10. kkkkkkkk
    Considerei a ocorrência providencial, de outra forma não teríamos essa beleza de texto, uma ode ao nome do blog!
    Espero muitas outras recaídas da espécie
    Bjk
    Mia

    ResponderExcluir