food, art & spirits

food, art & spirits

sábado, 28 de dezembro de 2013

i can´t explain and i won´t even try

Final de ano, não consegui escapar ao clichê do que aconteceu em 2013. Particularmente, foi um ano complicado - abertura de empresa nova, inúmeras viagens a Recife a trabalho, dinheiro mais curto do que eu esperava a esta altura...mas em compensação as possibilidades são interessantes. Caminhamos - eu e Eduardo - para um 2014 com muito trabalho (what´s new?), mas perspectivas de crescimento muito objetivas. Porém, não quero fazer uma retrospectiva 2013 desta pessoa (mesmo porque tenho os já mencionados sérios problemas de memória), e sim citar coisas que me marcaram de uma forma ou de outra. Na música, por exemplo. Descobri Aloe Blacc, insuportavelmente elegante e dono de uma voz potente e impecável.
Estranhamente, eu que sempre fui ligado às vozes femininas, este ano me vi ouvindo os cantores em uma proporção muito maior do que habitual. É que não consigo resistir ao ritmo de José James
assim como não deixo de me impressionar com a estranheza da voz e da divisão silábica de Maverick Sabre

ou com a intensidade dramática de Roberto Fonseca, ou tantos outros novos que descobri através de canais no Youtube como Mahogany Sessions e One Take One Pic, ótimos.
E mais uma penca de artistas que povoaram meu set list este ano, junto com os de sempre - Brad Mehldau, Radiohead, Elis Regina, Billie Holiday, Nina Simone, Aarvo Part y outros. No cinema, poucas coisas me marcaram além de Blue Jasmine (um dos mais tristes filmes de Woody Allen), o violento Os Suspeitos, o tristíssimo Amour e last but not least Gravidade - este último por causa de sua beleza, apesar do fim forçado. (Tenho que fazer um adendo neste assunto - já tentei ver 3 vezes o Som ao Redor, mas acho muito chato e absolutamente supervalorizado.) Na literatura, continuo lendo A Vida dos Artistas de Vassari - dificílimo, mas definitivo a respeito -, pirei em O Poder da Arte (de Simon Chama) por seu didatismo claro e revelador, adorei Um Olhar Sobre Giacometti de David Silvester, penei nas inúmeras páginas do grande Fausto de Thomas Mann,e li com carinho Diário da Corte de Paulo Francis, entre inúmeros que li ou reli este ano (cumprindo uma das resoluções do final de 2012). A cada dia mais me interesso por fotografia, e neste campo tive a sorte de neste ano conhecer três grandes artistas - Ricardo Labastier, Fábio Stachi e Leonardo Ramadinha (na sequência abaixo) 


entre outros grandes que já mostraram seu trabalho em minha galeria - e me apaixonei pela obra de Estevan Oriol e Jocelyn Bain Hogg, que retratam em seus trabalhos uma realidade que me é completamente estranha - e, talvez por isso, fascinante.


Na gastronomia, foi um ano em que cozinhei feito louco, constantemente - talvez pelo fato de que quando viajava ficava à mercê de restaurantes e pratos rápidos, quando em casa me esmerei em receitas clássicas ou complexas, enveredando pelos doces e bolos, seara que me era um pouco desconhecida. Meus highlights foram o bolo de peras, a cocada de forno ,a panna cota de coco e o prosaico biscoitinho de limão que fiz com meu afilhado Raphael, a pedido dele (claro que o fator emocional desta receita pesa muito mais do que o resultado em si...).
Em suma - nada de novo nem de especial, a não ser os três quilos extras que se incorporaram em meu corpo e não desapegam de nenhuma maneira - já tentei regime, pílulas, massagens e agora estou pensando num despacho. Quem sabe inicio o próximo ano mais leve - em todos os sentidos?
Abraços a todos, até 2014. Voltaremos com novidades.
W










16 comentários:

  1. Wair, dizem que os ebós funcionam, mas resultado depende da boa vontade dos orixás... rs

    Ótimo final de ano e sucesso em 2014!

    Karen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karen, os orixás só me mandam coisas calóricas...
      tudo de bom para você em 2014. aliás, para todos nós!
      abraços.

      Excluir
  2. O mais importante é que seus "problemas de memoria" nao afetaram as boas lembranças e voce nos deu a oportunidade de revivê-las contigo.
    Tenham um 2014 espetacular, Wair e Eduardo.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Margot, tudo de bom para você também. Um abraço imenso, e beijos.

      Excluir
  3. Uma boa descoberta em 2013: seus escritos por aqui! Em frente em 2014!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivana, muito obrigado. Em frente em 2014!! abração.

      Excluir
  4. Fantástica mesmo toda a sua relação ... muitos, talvez a maioria não conhecia ... indo conferir cada dica ...

    Feliz 2014 para vc e todos os seus e q o novo ano seja pleno para todos nós ...

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só é bom quando é bom para todos, não é querido?
      Abração.

      Excluir
  5. Também quero deixar meus melhores votos pra que seu 2014 seja SUPIMPA e cheio de coisas gostosas! :-) Beijão procê e pro meu xará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo de supimpa para você também, Edu. Abraço grande.

      Excluir
  6. Wair:

    Um ano vibrante e próspero queridão.

    Beijoooos.

    ResponderExcluir
  7. Uma das melhores coisas de 2014?Descobrir o teu blog,devo isso ao Bratz,lógico,vcs são meus gurus!

    ResponderExcluir
  8. Gente, que fotografias massa!!!!amei!
    bjs
    Sheila

    ResponderExcluir
  9. Ótimas dicas e retrospectiva!
    Feliz 2014!

    ResponderExcluir
  10. gostei desta retrospectiva, musical-cultural-gastronomica! Um 2014 de muita música, cultura e PIMENTA para vc!

    ResponderExcluir